Bordados, uma arte ancestral

O bordado é uma arte ancestral que acompanhou todo o desenvolvimento humano. Por incrível que pareça, há registro dele na pré-história! No princípio a motivação não era estética, mas sim utilitária, servia basicamente para unir as peles com as quais os homens e mulheres das cavernas se vestiam, o efeito decorativo veio posteriormente.

Na idade média as igrejas e as vestimentas dos clérigos eram ricamente adornadas com pesados bordados, assim como as roupas da nobreza.

Os bordados sempre foram ótimas companhias para as mulheres, que viviam basicamente para os serviços domésticos e criação dos filhos, uma maneira agradável de passar o tempo, mas também uma ferramenta de expressão artística disponível a todas elas.

Atualmente existem máquinas que fazem a tarefa que antes era feita somente à mão, dessa maneira o trabalho ganhou eficiência e escala industrial. Entretanto, aquele bordado demorado, cheio de detalhes e afeto, que carrega a energia das mãos habilidosas das artesãs ainda tem seu espaço e é muito valorizado, tanto que segue firme e forte nas coleções de marcas famosas e caras, sendo o sustento de muitas famílias.

O bordado é ilimitado

Engana-se quem pensa que só é possível bordar em tecidos, em nosso site a Carol do @meiofio_ ensinou a fazer um cartão bordado sobre papel Kraft. O artista Bruno Siqueira, do @arrobabrisa, borda sobre fotos e ilustrações, criando obras impactantes e cheias de propósito. Já a artista Laura Dalla Vecchia usa folhas de árvores como tela para seus lindos pássaros, provando que nada limita uma mente criativa e talentosa.

5 Técnicas populares de bordado

Existem muitas técnicas de bordados, vamos falar das 5 mais populares, te apresentar algumas ideias inspiradoras e, claro, compartilhar receitas lindas para iniciantes e experientes nessa prazerosa arte.

Ponto russo

 

O ponto russo, também chamado de punch needle é uma técnica linda, que produz desenhos em alto-relevo, aconchegante e fofos. E sabe o que é legal? É fácil de aprender!

Aqui em nosso site é possível encontrar receitas gratuitas com ponto russo, já ensinamos a fazer uma bolsinha cheia de estilo, almofada e até tapete, todas elas usando o fio Paratapet, que é perfeito para essa técnica.

Se você se animou e quer começar a fazer ponto russo agora mesmo, saiba que a sua primeira peça pode ser um tapete! Já pensou que bacana? Em nossa loja online é possível adquirir o Kit Tapete Geométrico, composto de todos os materiais necessários para a produção, a receita detalhada e o vídeo com o passo a passo.

Para quem já tem experiência em punch needle, poderá adquirir o Kit Bolsa Étnica, que também vem com todos os materiais necessários, receita e vídeo explicativo. Fala pra gente se esse não é o acessório mais lindo e alegre de todos os tempos?

 

Bordado livre

Bordado livre é uma técnica que permite múltiplas possibilidades, não há regras rígidas, o que manda de verdade é a criatividade, com alguns pontos simples é possível criar verdadeiras obras de arte.

Para quem está sem ideias, que tal se inspirar nos bordados dessas lindas máscaras?

Ponto cruz

Como o nome já diz tudo, esse é um bordado em formato de cruz que compõe desenhos delicados, como as famílias criadas pela @mypeepow. Para fazer uma peça é necessário agulha, tecido, fio e um gráfico com o desenho. Existem tecidos quadriculados como o Aida ou Quadrillé, perfeitos para o ponto cruz, mas o pessoal do Coletivo @meiofio_ extrapolou os limites e utilizou grades para bordar. O resultado foi um trabalho criativo e totalmente único.

 

Vagonite

O vagonite é mais uma técnica fácil de aprender e rápida de ser feita, uma ótima opção para as pessoas que estão começando nas artes manuais. É composto por lindas figuras geométricas e tem uma característica muito interessante, o avesso de um bordado vagonite é completamente liso, sem marcas ou arremate.

 

Bordado em relevo

No bordado em relevo se utilizam pontos que dão volume às peças, criando incríveis efeitos 3D, os trabalhos, em geral, são elaborados e cheios de detalhes.

Conta pra gente, você já é do time das bordadeiras, ou está pensando em entrar para ele?

Quando compartilhar as suas peças, não esqueça de usar #fiospingouin, assim a gente consegue ver e também repostar.

Compartilhe
Share on facebook
Share on pinterest
Share on email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Recentes
Categorias